O dia internacional da mulher foi comemorado de maneira especial na Câmara. Tivemos a oportunidade de homenagear essa grande mulher, Drª Fabíola Sucasas Negrão Covas.

Fabíola é Promotora de Justiça do Ministério Público de São Paulo desde 1997, Foi titular nas Comarcas de Piracaia, Itatiba e Bragança Paulista.

Em 2013, promovida a Promotora de Justiça da Capital, assumiu o Núcleo Leste II do Grupo de Enfrentamento à Violência Doméstica do Ministério Público do Estado de São Paulo e, a partir de então, realizou dezenas de palestras e atividades de capacitação junto a universidades, serviços de assistência social, serviços de saúde, de segurança, serviços de educação, movimentos de adolescentes feministas, etc, além de compor grupos de trabalho voltados ao aprimoramento de serviços públicos de atendimento à mulher em situação de violência.

É assessora do Procurador Geral de Justiça do Centro de Apoio Cível e Tutela Coletiva, Núcleos Inclusão Social e Saúde Pública.

É diretora da “APMP Mulher”, da Associação Paulista do Ministério Público, onde realiza atividades voltadas ao empoderamento feminino; e também do Ministério Público Democrático, associação que contribui para a modernização e democratização do Ministério Público Nacional e para a amplificação do acesso a Justiça.

Autora do projeto-piloto e uma das organizadoras do concurso musical “Vozes pela Igualdade de Gênero 2016” realizado em parceria com o MPSP e a Secretaria Estadual da Educação, visando refletir, de forma lúdica, sobre a realidade da violência contra a mulher com jovens nas escolas.

Autora do projeto “Prevenção da Violência Doméstica com a Estratégia de Saúde da Família” executado em 2014 e 2015 no Bairro Cidade Tiradentes, objeto do documentário lançado pela Procuradoria Geral de Justiça em dezembro de 2015, que se estendeu aos bairros de Guaianases e Lajeado em São Paulo, bem como ao Município de Bragança Paulista durante o ano de 2016. O projeto recebeu Menção Honrosa no XIII Prêmio Innovare, o mais respeitado da Justiça Brasileira.